Ai Weiwei

Becoming

03 MARÇO 23 MARÇO

PRESS RELEASE

Ai Weiwei

Abertura

Sábado 02 de março de 2013 11h

Período expositivo

03 de março a 23 de março de 2013

Horário de visitação

Período da exposição: 03 a 23 de Março de 2013.

A Galeria Pilar abrirá o seu calendário de exposições de 2013 apresentando o portfolio BECOMING do artista chinês Ai Weiwei.
 
O portfolio Becoming mostra o processo da construção do Terminal 3 do Aeroporto de Pequim, a maior estrutura coberta do mundo, em um formato similar aos tradicionais álbuns chineses de fotografia.
 
Este conjunto inclui uma foto original assinada por Ai Weiwei e 147 fotografias do artista, datadas e numeradas. O conjunto permite um olhar único sobre o desenvolvimento do projeto desde a massa de andaimes e sacos de cimento até o resultado final do projeto arquitetônico desenvolvido pelo arquiteto inglês Norman Foster.
??
Nas palavras de Brendan McGetrick, em texto assinado no material que acompanha o portfolio:
 
“As fotos apresentadas em Becoming mostram esse fascínio partilhado. Elas não buscam completude; não explicam nem adulam. Ao invés disso, examinam, dirigindo um olhar curioso e educado ao funcionamento interno de um edifício que centenas de milhões vão usar, mas poucos chegarão a entender. O processo mostra a relação sutil entre artistas com olhos diferentes, mas mãos parecidas.”
 

“Em suas fotos, Ai Weiwei eliminou o ruído humano, evitando o apelo previsível ao pathos para proporcionar uma visualização mais coerente do prédio propriamente dito. Ao invés de retratar os trabalhadores, ele captura seus rastros, revelando um ambiente instável, mas tranquilo, no qual perfeição e caos ocupam o mesmo espaço. Elementos estruturais sólidos, como colunas de concreto e a cobertura de aço, se sobrepõem a materiais indistintos espalhados, como pranchas de madeira, cabos emaranhados e sacos de cimento vazios. Em outras imagens são os próprios materiais de construção que fascinam: vemos cabos de aço vergados como elásticos, vigas de ferro empilhadas como remos de barcos de guerra Vikings, tubos que formam pirâmides ocas interligadas.”
 
Ai Weiwei (1957), artista chinês contemporâneo, trabalha com escultura, arquitetura, instalação, curadoria, fotografia, cinema e crítica social, política e cultural. Ai colaborou com arquitetos suíços Herzog & de Meuron como consultor artístico para a construção do Estádio Nacional de Pequim (Ninho de Pássaro) nos Jogos Olímpicos de 2008. Como ativista político realiza crítica contínua a postura do Governo Chinês sobre a democracia e os direitos humanos. Ele investigou sobre a corrupção e negligência do governo a respeito do escândalo de corrupção quando da ocorrência do terremoto em Sichuan em 2008. Em 2011, após a sua detenção no aeroporto de Pequim, ele foi mantido por mais de dois meses acusado por ter cometido "crimes econômicos" (evasão fiscal). Em outubro de 2011 a revista Art Review elege Ai como a pessoa mais influente do mundo das artes, escolha contestada pelo Governo Chinês.