EMILIO CHAPELA

CAVALO DE PAU

09 OUTUBRO 21 NOVEMBRO

PRESS RELEASE

(PDF) DOWNLOAD

EMILIO CHAPELA

Abertura

Quinta-feira 08 de outubro de 2015 19h

Período expositivo

09 de outubro a 21 de novembro de 2015

Horário de visitação

terça à sexta das 11 às 19h.

sábados das 11 às 17h.

Para sua primeira exposição individual no Brasil, na Galeria Pilar, o artista mexicano Emilio Chapela apresenta uma seleção de obras que refletem sobre temas relacionados com a instabilidade, a fragmentação e a descontinuidade que tem caracterizado os países da América Latina ao longo de sua história.
Através de uma investigação escultórica, o artista demonstra uma América acidentada, discorre sobre temas políticos instáveis e sistemas econômicos falidos; um continente complexo em sua geografia, dependente de petróleo e exaurido pela corrupção. O artista utiliza vassouras, cavalos de brinquedo e outros materiais banais para construir mapas que desenham algumas das mais conflituosas e irregulares fronteiras das Américas. Com tambores de petróleo constrói esculturas que se acomodam precariamente de forma orgânica dentro do espaço da galeria. Segundo o artista “O Petróleo tem sido uma fonte de riqueza e desenvolvimento para os países da América Latina, mas as consequências de sua exploração tem sido fonte de desconstrução política e corrupção”.
Finalmente o artista incorpora a exposição uma série de objetos e obras que tocam temas relacionados com a geografia do mundo e do Brasil. A obra de Emilio Chapela tem um estreita relação com o político e o econômico, no entanto, no campo escultórico dialoga (por vezes em sentido contrário) com artistas abstratos como Carl Andre, Ellsworth Kelly , Christo e outros.

Sobre o artista
Emilio Chapela nasceu em 1978, na Cidade do México. Inicialmente estudou Matemática para em seguida estudar Artes no Centro da Imagem da Cidade do México. Seu trabalho investiga tecnologias e seus efeitos na comunicação humana sob um ponto de vista crítico e filosófico. Chapela recebeu bolsas e apoios privados para sua produção como FONCA CONACULTA (México) e Fundación Jumex (México) para diversos projetos incluindo a publicação de seu primeiro livro Die Kurt F. Gödel Bibliothek em 2014 (publicado pela Sicomoro Ediciones). Está presente nas coleções do Museum of fine Arts Houston (MFAH), Colección Jumex (México), Sayago & Pardon (Los Angeles, EUA), FEMSA (México) além de outras coleções públicas e privadas.

Exposições Individuais
2015 - Museu Carrillo Gil, Cidade do Mexico
2013 - Sala de Arte Publico Siqueiros
2012 - Galeria 11×7, Buenos Aires, Argentina
2012 - Linnienstrasse 40, Berlin, Alemanha
2011 - Casa Maauad, Mexico
2011 - Henrique Faria Galeria de Arte, Nova Iorque, EUA
2011 - Saw Gallery, Ottawa, EUA
Exposições Coletivas
Museum of Fine Arts, Houston (MFAH)
NGKB, Berlin
Bass Museum, Miami
Museo de Arte Moderno, Cidade do Mexico
Residências
2013 - Kansas University, EUA
2012 - Linienstrasse 40, Berlim, Alemanha
2007 - International Studio and Curatorial Program (ISCP), Nova Iorque, EUA
www.emiliochapela.com